Bolso de Recuerdos

O tempo

15/03/2009
1 Comentário

o_tempo

Não sabemos quanto tempo temos na Terra, quanto tempo temos de vida. Mas sabemos que um dia vamos morrer. Isso me assusta de certa forma porque é tão difícil lidar com a morte, a perda de uma pessoa querida, o inesperado e o mistério que a ida para um outro plano traz consigo. Nunca nos sentimos preparados.

Escrevo tudo isso porque uma amiga passou por uma situação dessas e, consequentemente, me fez pensar sobre o assunto. Primeiro, fiquei pensando no que dizer para confortá-la. Não há o que se diga.

Mas eu disse algumas palavras que guardo sempre comigo quando estou triste ou feliz demais: “isso também vai passar”. É preciso respeitar o tempo de cada um, pois cada pessoa “digere” a situação de uma forma. Foi o que disse.

No mais, conte comigo: estarei sempre aqui.

Música do post: Love In The Afternoon – Legião Urbana

Anúncios

Publicado em Uncategorized

Essencial

01/03/2009
3 Comentários

9100amor1

Você foi uma das pessoas mais importantes na minha vida e continuará sendo, pois acredito que ninguém seja substituível. As pessoas nos trazem coisas novas e sensações diferentes. Ponto.

O mesmo destino que nos uniu também nos separou e, mesmo assim, agradeço muito a oportunidade que tive de ter você comigo por tantos dias. Até hoje as pessoas me perguntam como fiquei tanto tempo com alguém e eu sempre digo: achei que foi pouco.  Pouco porque você preenchia minha vida como há muito tempo não acontecia, você era essencial…

Não era um pilar pra minha vida, como muitos pensavam, mas alguém que muito me fez bem e ainda hoje se te encontro sinto a mesma paz que sentia quando te via em momentos atribulados da minha vida e você me amparava.

Você foi essencial. Com suas canções e poesias pra mim, cartas, beijos, abraços, carinhos e rosas…

Neste momento, precisamos estar distantes. Estamos bem assim. E o amanhã a gente deixa pro destino decidir…

Música do post: “Velha infância” – Os Tribalistas


Publicado em Presente

    Blog Stats

    • 1,010 hits
    "Porque metade de mim é amor e a outra também". (Fernando Pessoa)